Como as empresas se preparam para iniciar um projeto?

Quando falamos em projeto, podemos pensar em um grande universo de tipos de projetos: internos, externos, que envolvam toda a empresa ou apenas uma área específica…
Independente do tipo de projeto, todos têm uma característica em comum: precisam ser planejados para funcionarem.

1. Objetivo
Tenha sempre o objetivo do projeto em mente. Se possível, pendure-o em uma parede. Você e os participantes do projeto precisam sempre se lembrar do motivo pelo qual estão trabalhando.

2. Organização
Defina os papéis corretamente e faça o mesmo com as atividades. Um dos fatores de sucesso de um projeto é quando todos sabem de sua importância e responsabilidades dentro dele.

3. Engajamento
Um estudo realizado pelo Hay Group comprovou que sem engajamento, não há sucesso. Em um projeto essa frase também se aplica. Crie um ambiente onde todos entendam o seu papel de líder, suporte seus liderados e deixe claras as oportunidades.

4. Prazos
O cronograma existe para ser cumprido. Por exemplo, não adianta iniciar um projeto com alunos de uma escola em Julho. Cada tarefa tem seu percentual de importância e deve receber atenção necessária para ser concluída com êxito.

5. Riscos
Seja realista. Analise friamente os riscos e tome decisões sensatas (em conjunto com sua equipe) para prevenir e contornar os problemas do projeto.

Ao ignorar essas cinco premissas, é comum vermos projetos falharem ou simplesmente caírem no esquecimento por acharmos que estamos preparados para tocá-lo, quando, na verdade, ainda precisamos de muito amadurecimento para tal.

A grande maioria sabe como funciona o dia a dia de uma empresa, mas seguindo essas premissas, você sentirá mais segurança para iniciar um grande projeto de sucesso e trabalhará de maneira mais eficiente!

Autor

A NeoGrid é uma empresa brasileira de soluções para a gestão de Supply Chain com clientes em mais de 30 países e escritórios na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia. Em plataforma exclusiva e completa, as soluções NeoGrid sincronizam a cadeia de suprimentos, trazendo como resultado a redução de rupturas (faltas) e, ao mesmo tempo, a redução de estoques.

Compartilhar

Comente este artigo