Como aumentar a disponibilidade de produtos nos PDVs e não perder clientes?

Imagine a seguinte cena: um comprador vai ao ponto de venda (PDV) para procurar uma determinada marca de leite em pó. Ao chegar à gôndola, dá uma olhada geral por cerca de 15 segundos e não a encontra. Restam a ele duas alternativas: escolher um item similar de outro fabricante ou deixar o supermercado e dirigir-se para outra loja. Em quaisquer dos cenários, uma coisa é certa: um dos elos da cadeia de suprimentos (supply chain) vai sair no prejuízo. Mas como reverter esse cenário, considerando que será necessário olhar para milhões de consumidores e centenas de milhares de itens em PDVs espalhados pelas cinco regiões do Brasil?

A resposta a esse anseio é a visibilidade dos níveis de estoque e vendas dos produtos nos varejos. A partir da disponibilidade de informações concretas, que possibilitem um diagnóstico preciso quanto aos reais problemas que levam à ruptura (falta) e ao excesso de estoque, é possível aumentar a disponibilidade de produtos em gôndola reduzindo as perdas dos agentes da cadeia de suprimentos (indústria e varejo).

Com esses dados em mãos também é possível planejar ações de venda, aumentar o giro de estoque, estimular a produção e detectar oportunidades de negócio. Ainda não compreendeu muito bem por que é importante ter a visibilidade do varejo? Veja, então, como ela pode ajudar a superar alguns desafios bem comuns no dia a dia:

  • Aumentar a disponibilidade de produtos no PDV: caso o consumidor não localize o item que procura, uma das alternativas que restam a ele é dirigir-se a outro estabelecimento. Com a visibilidade dos indicadores, o varejo ficará mais atento aos motivos que estão fazendo o consumidor sair de mãos vazias de suas lojas, resultando em prejuízos. Assim, é possível fazer uma gestão de estoque mais eficiente;
  • Descobrir as causas da falta de produtos: pouco adianta saber que a venda foi perdida se não ficar o aprendizado. Aqui está outra vantagem para os elos da cadeia de suprimentos em ter acesso às informações de estoque e vendas – descobrir os motivos que levaram à indisponibilidade de produto na gôndola para atuar na eliminação da causa;
  • Equilibrar os estoques: outro grande desafio dos agentes da cadeia de suprimentos é evitar a oscilação entre excesso e falta de estoque. Ao saber exatamente a demanda de produtos para cada ponto de venda a gestão será bem mais eficiente, evitando perdas com a ruptura ou mesmo prejuízos decorrentes do desperdício;
  • Falta de informações sobre a disponibilidade dos produtos: saber com precisão os produtos disponíveis em estoque e qual é a previsão de vendas para cada um deles (considerando a variedade de PDVs e a pluralidade de itens) é outra clara vantagem de acompanhar os indicadores. A ausência de informações sincronizadas dificulta essa gestão em todos os elos da cadeia.

Agora, você já sabe por que ter a visibilidade dos produtos no varejo é importante para o seu negócio. O próximo passo é saber como equilibrar estoques com base nesses indicadores. Acesse o post Visibilidade do varejo: como equilibrar estoques de acordo com a demanda do consumidor e confira.

Autor

A NeoGrid é uma empresa brasileira de soluções para a gestão de Supply Chain com clientes em mais de 30 países e escritórios na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia. Em plataforma exclusiva e completa, as soluções NeoGrid sincronizam a cadeia de suprimentos, trazendo como resultado a redução de rupturas (faltas) e, ao mesmo tempo, a redução de estoques.

Compartilhar

Comente este artigo