Como aumentar a margem de lucro no varejo?

Abrir uma empresa não é uma tarefa fácil no Brasil por causa da burocracia. Tão difícil quanto adotar essa iniciativa é fazer com que o seu negócio prospere e apresente uma boa margem de lucro, pois a instabilidade econômica influencia negativamente no consumo das famílias.

Se não houver planejamento e serviços de alto nível para conquistar os clientes, uma companhia terá muitas dificuldades para se manter ativa no mercado e honrar os compromissos com os fornecedores e os funcionários.

Neste post, mostraremos como calcular a margem de lucro, os problemas enfrentados pelos empresários para mantê-la em um elevado patamar e 4 formas de melhorar esse índice com eficiência. Confira!

Aprenda a calcular a margem de lucro

Antes de compreender esse cálculo, é interessante conhecer as margens de lucratividade mais usadas pelo mercado. A primeira é a bruta, que destaca o valor obtido pela empresa na venda de cada mercadoria. Ela abrange a diferença entre o custo do produto e o valor pago pelo cliente. Por exemplo, um item é vendido por R$10,00 e custou R$4,00 para a companhia, fazendo com que a margem seja de R$6,00.

A segunda modalidade é a líquida, que aponta o valor conquistado com a venda de cada produto. Nesse caso, são consideradas a lucratividade bruta e as despesas referentes à mercadoria.

Assim, o empreendedor tem o valor exato recebido em cada item vendido ao público-alvo. Esse cálculo permite à empresa fazer uma estimativa dos ganhos a serem obtidos com a venda de lotes de mercadorias que serão produzidos e comercializados.

Uma maneira simples de identificar a margem de lucro de cada venda é por meio desta fórmula:

Margem de lucro = (Valor do lucro ÷ Receitas) × 100

Dificuldades

A falta de comercialização dos produtos tem uma interferência direta na lucratividade do negócio. Ela tem como uma das consequências o excesso de estoque, que obriga, em muitos casos, a empresa a reduzir o valor das mercadorias e, consequentemente, a margem de lucro.

Outro problema é a dificuldade de compreender como funciona a demanda relacionada ao produto, o que pode causar a ruptura, ou seja a falta de produtos. Isso pode fazer o valor pode atingir um patamar que desestimula o consumidor, provocando a falta de movimentação no estoque e o desperdício de espaço na loja.

Esse fator afeta negativamente a fidelidade e o índice de vendas, que estão diretamente relacionados à margem de lucro. Com certeza, é preciso fazer uma análise constante para identificar os gargalos e superá-los o mais rápido possível. Do contrário, a empresa não alcança os resultados previstos.

Conheça 4 ações para expandir a margem de lucro

Para atingir um desempenho notável e evitar a baixa comercialização das mercadorias, o ideal é adotar as 5 iniciativas que serão detalhadas a seguir. Acompanhe!

1. Montar uma boa estratégia de preços

Uma forma de fazer ofertas adequadas para os consumidores é pela adoção de preços dinâmicos. Em outras palavras, comercializar os itens considerando a necessidade de os clientes adquiri-los no momento.

Além da procura do público-alvo, devem ser considerados fatores externos (concorrentes, datas especiais, impostos etc.). O monitoramento da concorrência deve ser uma atividade constante para analisar a estratégia de preços do seu negócio.

Uma análise da conjuntura é muito importante para as mercadorias serem disponibilizadas por um valor que seja bom para o seu negócio e também para os consumidores. Lembre-se de que o preço é um item valioso para decisão de comprar ou não determinado item

2. Promover ações para reter os clientes

Independentemente do segmento da corporação, é indispensável adotar iniciativas que têm como meta a fidelização de clientes. À medida que os consumidores mais assíduos recebem vantagens para negociar com a sua marca, maiores são as possibilidades de eles ficarem engajados e motivados para promover a sua empresa.

Atualmente, um elogio de um consumidor nas redes sociais tem um poder enorme de reforçar a qualidade dos serviços prestados. Uma maneira de conquistar essa confiança é por meio de programas de fidelidade que devem apresentar benefícios para o cliente continuar apostando no seu negócio.

Para esse programa atingir o desempenho esperado, é válido analisar os hábitos do público-alvo, como itens comprados, periodicidade e ticket médio. Essas informações vão ajudar o empresário a formular as vantagens que estimularão as vendas e aumentarão a margem de lucro.

3. Administrar corretamente o estoque

Deixar de administrar o estoque é um dos maiores erros que um empreendedor pode cometer. O acúmulo de mercadorias sem movimentação gera prejuízo, porque a empresa deixa de vender e perde o dinheiro investido.

Por outro lado, a falta de itens pode fazer com que haja atrasos na entrega. Isso repercute junto aos clientes de maneira muito negativa e também interfere nas vendas, pois haverá um maior interesse pela concorrência.

O ideal é que haja um equilíbrio com a empresa sendo capaz de dimensionar a demanda de cada item oferecido. Se esse cálculo for realizado de forma correta, a possibilidade de obter lucros cresce de forma considerável.

4. Apostar na tecnologia

As empresas mais modernas reconhecem que a tecnologia da informação é crucial para administrar os recursos humanos, financeiros e materiais. Hoje, é possível adotar sistemas de gestão que integram todas as unidades de uma empresa.

Com as informações devidamente disponíveis e atualizadas, o empreendedor pode avaliar, com mais precisão, os investimentos a serem feitos e os momentos em que deve agir com cautela. Esse aspecto favorece o crescimento sustentável da organização e impede o mau gerenciamento do estoque e dos funcionários.

O tripé tecnologia, gestão e qualidade no atendimento deve ser priorizado para que o seu negócio tenha uma margem de lucro acima da concorrência. Procure sempre estar atento às melhores práticas de administração de empresas, pois o conhecimento ajuda a vencer as oscilações do mercado.Se você quer aumentar a competitividade do seu negócio, entre em contato conosco agora mesmo. Estamos à disposição para ajudá-lo a ser uma referência no mundo corporativo!

Autor
Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).
Compartilhar
Comente este artigo