Como solucionar as filas de caminhão no desembarque de mercadorias?

Um grande desafio atual das empresas é gerenciar e otimizar as docas para o desembarque de mercadorias.

Uma questão que costumamos ver são grandes filas de caminhões nas docas dos varejos, antes mesmo da abertura destas para desembarque das mercadorias. Isto ocorre porque a maioria dos varejos trabalha com o processo de FIFO (First In First Out) para o desembarque, ou seja, o primeiro transportador a chegar é o primeiro a desembarcar, e assim sucessivamente. Entretanto, segundo Fabrício Mello Mulato & Marcio Mattos Borges de Oliveira (Revista Produção On-Line, ISSN 1676 – 1901 / Vol. X/ Num. X/ mês de ano), as filas no recebimento de mercadorias não geram apenas perda de produtividade para as transportadoras e atrasos nos horários. Como as transportadoras são pagas pelo transporte de mercadorias, isto é, quando seus equipamentos estão rodando e transportando mercadorias, as horas paradas e tempos de espera indesejáveis causam um sério impacto para a rentabilidade do negócio, e como já se sabe, as ineficiências do processo aumentam os custos da cadeia de suprimentos. A perda de produtividade resulta na elevação dos preços e das taxas de fretes, que são automaticamente inseridos nos custos para toda a cadeia de suprimentos.

Outro fato que costuma ocorrer é que as docas possuem picos de utilização em determinados horários ou dias do mês, e ociosidade em outros períodos. Novamente, conforme Mulato & Oliveira, isto ainda ocorre por uma questão macro econômica relacionada aos altos índices de inflação, que hoje não existem mais, e que faziam com que a concentração das entregas ocorressem no final do mês, para que os consumidores comprassem o máximo possível no início do mês para garantir o poder de compra. Outra questão que ainda ocorre com frequência é a política comercial de muitas empresas, pois muitas empresas compram quantidades maiores no final do mês pois sabem que os fornecedores concedem maiores descontos a fim de atingirem suas cotas. E isso afeta diretamente o processo logístico das empresas.

Se um fornecedor ficar, por exemplo, 2 horas a menos na fila para descarregar as mercadorias, sua empresa estará ajudando seu fornecedor a reduzir custos, o que permitirá ao fornecedor vender mais barato aos seus clientes, e consequentemente, ajudará o cliente a vender mais.

Como já falamos anteriormente, é para resolver esse e outros problemas da cadeia de suprimentos, que existe a tecnologia. Para esse problema específico um sistema de Agendamento pode ser a solução para facilitar e organizar todo esse processo.

Com uma ferramenta de gerenciamento de agendamento de entregas é possível reduzir o tempo de fila dos caminhões para o desembarque de mercadorias, reduzir custos, dar mais agilidade ao processo e medir o nível de atendimento dos fornecedores e transportadoras.

Com tudo isso, você terá um processo muito mais organizado, simples e transparente.

Para ser competitivo, não basta apenas a eficiência interna. Os clientes, os fornecedores, os fornecedores dos fornecedores também precisam ser eficientes. Ou seja, se a cadeia de suprimentos for eficiente, todos saem ganhando.

Quando o agendamento é efetuado de forma eficiente, traz benefícios e vantagem competitiva para todos os envolvidos na cadeia!

Apenas lembrando que, enquanto o consumidor final não comprou, ninguém vendeu!

Autor

Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).

Compartilhar

Comente este artigo