trabalhador na fabrica

Logística empresarial: o que é e como otimizar processos?

Um dos processos que mais pesam no orçamento das organizações, a logística empresarial, sem dúvida, exige um grande esforço por parte de gestores e líderes para operar de maneira satisfatória e, assim, contribuir com os seus resultados.

Apesar da relevância desse braço das empresas, ainda há uma certa dificuldade em ajustar os processos logísticos e garantir mais eficiência a eles em troca de custos reduzidos e mais lucratividade. Esse fato, em certa medida, pode ser resultado da falta de conhecimento das companhias sobre a verdadeira concepção do que é a logística empresarial.

Por isso, para ajudar a reverter esse quadro, preparamos este post mostrando o que, de fato, é a logística empresarial e como fazer desse conceito um dos grandes aliados da cadeia de suprimentos da sua empresa. Continue a leitura e aprenda mais sobre o tema!

Logística tem tudo a ver com cadeia de suprimentos. Confira o infográfico completo e saiba tudo sobre o assunto.

O que é a logística empresarial, afinal?

A logística empresarial tem por trás todo um ideal de otimização dos processos de produção. É, portanto, a junção de todas as rotinas que objetivam a melhora do processo produtivo das empresas, conciliando bons custos a uma maior eficiência operacional.

Indo um pouco mais a fundo, podemos definir a logística empresarial como o processo de planejamento, implementação e controle econômico do fluxo de produção e armazenamento de insumos, matérias-primas, estoque, produtos acabados, além da gestão estratégica das informações relacionadas às atividades executadas ao longo da cadeia de suprimentos, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com a finalidade de garantir a conformidade com os requisitos do cliente.

A partir disso, é possível concluir que a verdadeira missão da logística empresarial é obter e disponibilizar os bens ou serviços certos no lugar adequado, na hora certa e na condição desejada, à medida em que também beneficia os resultados da empresa, sobretudo do ponto de vista dos custos.

Qual a importância desse conceito para as empresas?

A logística empresarial é um conceito amplo, o qual comporta uma série de outras atividades estratégicas e extremamente relevantes para o atendimento das necessidades do consumidor. A exemplo, podemos citar:

  • transporte;
  • manutenção de inventários;
  • processamento de pedidos;
  • aquisição de materiais;
  • gestão da informação.

Em um cenário de alta competitividade como o atual, a logística empresarial desponta como um dos elos mais sensíveis e, ao mesmo tempo, mais importantes para se alcançar o sucesso. Afinal, nos referimos a um grupo de atividades capaz de gerar valor para os produtos e serviços da empresa. Valor esse que é expresso pela capacidade de o negócio atender às demandas do cliente a tempo.

Sendo assim, a logística empresarial é o que garante o fluxo correto na cadeia de suprimentos, possibilitando o fornecimento de matérias-primas, a produção contínua e ajustada da indústria e a distribuição para os varejistas sem atrasos.  

Como otimizar a logística empresarial e, assim, a cadeia de suprimentos?

Logística empresarial e cadeia de suprimentos são conceitos bastante próximos, de modo que a qualidade daquela interfere diretamente nos resultados desta. Não por outro motivo, hoje há uma intensa preocupação por parte das empresas para alinhar os processos logísticos e atender com precisão às demandas disparadas pelo consumidor.

Para isso, integrar fornecedores, fabricantes, distribuidores e demais elos da cadeia produtiva é muito importante para o fortalecimento da logística empresarial – e a base para o supply chain management. Ter os produtos certos na hora exata, distribuir a produção conforme a demanda do consumidor final, aumentar o giro de estoque, evitar faltas e excessos nos pontos de venda e reduzir os custos são alguns reflexos positivos de uma boa gestão da cadeia de suprimentos.

A seguir, listamos algumas boas práticas que podem ser adotadas para que esses benefícios sejam experimentados também por sua empresa. Acompanhe!

Integre e sincronize seus dados com fornecedores

Nos moldes atuais do mercado, não é possível falar em cadeia de suprimentos e logística sem citar a importância da integração e da sincronização de dados e informações. Hoje, com cadeias cada vez mais complexas e extensas, todos os elos dessa relação necessitam estar bem informados para que possam cumprir o seu papel de forma eficiente, privilegiando o consumidor final.

Nesse contexto, por exemplo, é fundamental que a empresa esteja devidamente alinhada com os seus fornecedores. A ideia, com isso, é manter o fluxo de fornecimento sempre ajustado e preparado para atender todas as situações, inclusive o aumento da demanda de um determinado produto no PDV, por exemplo.

Vale lembrar que a tecnologia, nesse ponto, tem favorecido bastante as empresas. O EDI logístico é um exemplo disso. A ferramenta em questão é capaz de tornar as operações da empresa mais eficientes a partir da integração entre sistemas dos participantes da cadeia,do tráfego eletrônico de documentos de entrega e transporte e também do rastreamento das cargas em tempo quase real. Esse intercâmbio de dados é o que garante o cumprimento de prazos, atendimento regular das obrigações, além de controle sobre as remessas.

Promova melhorias no recebimento de produtos

Outra atitude importante para melhorar seus processos logísticos,  é contar com uma solução de agendamento de docas. Isso porque um dos principais gargalos das empresas é justamente a entrega dos produtos. É um problema tanto para as empresas quanto para o varejo, pois ambos perdem tempo e dinheiro.

Nesse caso, mais uma vez a tecnologia pode dar uma força. Existem soluções que realizam o agendamento do recebimento de mercadorias nas empresas, e criam um ambiente virtual no qual fornecedores e varejos podem combinar data e horário de recebimento, considerando diversos fatores como espaço físico dos estoques e necessidades de reabastecimento.

Uma solução de agendamento de docas elimina problemas no fornecimento de produtos, como o acúmulo de caminhões no pátio e demora na conferência de notas fiscais, que causam atrasos na composição dos estoques e até mesmo a indisponibilidade da mercadoria ao cliente em razão desse tipo de embaraço.

Por fim, como foi possível perceber, a logística empresarial tem uma participação significativa na composição da cadeia de suprimentos. Sem os seus processos, metodologias e boas práticas, dificilmente uma empresa conseguirá gerenciar todas as rotinas necessárias para acompanhar a movimentação dos produtos desde a sua origem até a entrega ao consumidor final, garantindo a exatidão em cada etapa.

Quer manter-se atualizado com as nossas publicações e novidades? Siga a nossa página no Facebook!

Autor
Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).
Comente este artigo