posicionamento do  produto no mercado

Melhore o posicionamento do produto no mercado com estes 7 passos

O bom desempenho em vendas é algo que está diretamente associado ao posicionamento do produto no mercado. Esse posicionamento, por sua vez, é um processo estratégico, que depende bastante da forma como a empresa apresenta o produto ao consumidor e da maneira como ele é pensado, desenvolvido e direcionado para um público.

Você também pode ouvir esse conteúdo 🙂

Em segmentos em que a concorrência é mais acirrada, não é difícil verificar que nem sempre o produto de melhor qualidade é o que apresenta a maior volume de vendas. Isso ocorre, muitas vezes, pelo fato de a empresa que detém o melhor produto errar na hora de fazer o seu posicionamento no mercado — o que pode acontecer por diferentes fatores.

Passo a passo para melhorar o posicionamento do  produto no mercado

Hoje, tão importante quanto entregar um bom produto é saber também como posicioná-lo no mercado, explorando suas vantagens e diferenciais, gerando valor para a oferta, considerando sempre o destinatário ideal. Nesse sentido, preparamos este conteúdo listando 7 medidas que podem ajudar a melhorar o posicionamento do produto no mercado. Acompanhe!

1. Produza uma ambientação de extrema distinção para seus produtos

A visualização do produto pelo consumidor é um ponto-chave para o seu posicionamento. A depender da maneira como é exposto, por exemplo, a percepção de qualidade, vantagem e credibilidade podem alterar bastante. Por isso, produzir uma ambientação que gere a distinção para os seus produtos também é altamente recomendado.

Nesse sentido, existem diferentes estratégias que podem contribuir para um melhor posicionamento do produto, como:

  • investir em estratégias de marketing que potencializem a exposição do item dentro do PDV e melhore a comunicação com o destinatário;
  • publicar depoimentos de usuários sobre o produto;
  • promover alterações na embalagem, tornando-a mais profissional e alinhada com o perfil do público-alvo;
  • fazer uma precificação estratégica, considerando não só os custos do produto, mas o seu valor e os seus diferenciais, entre outras.

2. Agrupe atributos ao produto que oferece

Esse é um ponto que faz ainda mais sentido quando se considera aquele perfil de cliente que apresenta necessidades variadas em relação a um produto. Assim, dificilmente ele ficará plenamente satisfeito com itens que entreguem bons atributos, mas não que não consigam solucionar o seu problema de forma completa.

Nesse sentido, se destaca a importância do desenvolvimento de produtos que agreguem diferentes atributos, que atendam o consumidor em suas diversas necessidades.

Por exemplo, o cliente pode se sentir satisfeito com a qualidade de um determinado item, mas se decepcionar com a quantidade oferecida na embalagem. Em outra situação, pode ficar satisfeito com o preço do produto, mas descontente com a sua durabilidade.

Assim, o posicionamento de um produto no mercado precisa considerar essas variáveis. Em geral, o consumidor valoriza entregas que são capazes de agregar diferentes atributos e vantagens, ainda que isso signifique um custo mais elevado. Então, chegar em um ponto de equilíbrio pode otimizar bastante o posicionamento do seu produto no mercado.

3. Reduza gastos e ofereça baixo custo

A relação custo-benefício é um dos pontos mais importantes do processo de posicionamento do produto no mercado. O consumidor tende a dar um grande valor a esse quesito na hora de decidir sobre a compra, especialmente quando existem diferentes opções à sua disposição.

Por essa razão, é fundamental que você tenha uma atenção especial com o custo final do seu produto. A depender do público-alvo e nível de concorrência, esse atributo pode interferir diretamente na decisão de compra, seja positiva, seja negativamente.

4. Segmente seu público-alvo

O posicionamento do produto no mercado também precisa considerar as características as necessidades dos seus destinatários. Ou seja, é preciso que a empresa saiba exatamente para quem esse produto se destina — ou, pelo menos, tenha uma noção aproximada do perfil do seu público-alvo.

Ter esse conhecimento é o primeiro passo para que se consiga atingir um bom nível de segmentação do público. A partir disso, por exemplo, fica mais fácil definir qual o melhor canal para divulgações, o tipo de comunicação mais adequado, a forma como o produto é exposto/apresentado e, principalmente, o seu preço.

Nesse ponto, é essencial ter em mente que dificilmente um mesmo produto será destinado a todos os tipos de pessoas. No geral, produtos atendem necessidades específicas e fazem mais sentido para públicos diferenciados.

Por isso, ao segmentar o público-alvo, vender se torna algo mais simples e eficiente, já que todas as ações serão baseadas no perfil de consumo adequado, que tem mais chances de adquirir um item, por exemplo.

5. Invista em ferramentas tecnológicas

Em um contexto em que os dados são tidos como ativos valiosos para os negócios, focar em estratégias que tenham uma abordagem mais analítica é, sem dúvida, um passo importante para otimizar o posicionamento do produto no mercado.

Hoje, a tecnologia oferece diferentes soluções e ferramentas que permitem acompanhar o desempenho dos seus produtos dentro do PDV, por exemplo, assim como para aumentar a visibilidade dos gestores e líderes empresariais sobre os seus negócios, avaliando de maneira precisa e estatística as demandas e tendências do mercado.

Tudo isso, na prática, pode ser convertido em insights, que são a chave para alterações nas estratégias de marketing, vendas e distribuição, por exemplo. Além disso, softwares de gestão, ERP (Enterprise Resource Planning), CRM (Customer Relationship Management) e outras ferramentas são cruciais para a tomada de decisão nas empresas, facilitando o processo de mudanças nos produtos, visando sempre a sua maior aderência com o consumidor.

6. Teste o conceito do produto

Esse tipo de estratégia é ainda mais eficiente quando se pretende lançar um produto no mercado, tornando-o ainda mais aderente às necessidades e ao perfil do seu público-alvo. Aqui, o objetivo é validar o produto, entender se e como ele será aceito pelo consumidor.

Existem diferentes maneiras de testar o conceito de um produto. A exemplo, pode-se optar por pesquisas de mercado, estratégias de pré-venda que sejam capazes de avaliar o nível de interesse e engajamento do público, bem como a partir avaliação de métricas de marketing. Além disso, pode-se observar o desempenho de produtos similares dos concorrentes.

7. Ofereça valor aos clientes

Não há como falar em posicionamento do produto no mercado sem citar a importância que a geração de valor tem sobre esse processo. Hoje, devido à diversidade de marcas e empresas oferecendo itens similares, cada vez mais a decisão de compra está condicionada aos diferenciais e à experiência obtida pelo consumidor.

Nesse cenário, a questão da geração de valor é fundamental para melhorar a percepção do cliente sobre um produto ou marca. Muitas vezes, facilidades na hora de fechar negócio, um atendimento mais personalizado ou meios de pagamentos mais flexíveis, por exemplo, podem gerar valor ao produto, fazendo com que o consumidor opte pela sua compra.

Dessa forma, então, um passo importante para melhorar o posicionamento dos produtos da sua empresa no mercado é investir em atributos que vão além do item em si, mas que agreguem vantagens ao público.

Nesse sentido, se destaca a importância de oferecer uma experiência de compra inovadora e eficiente, um atendimento qualificado e reforçar questões que envolvam sustentabilidade, que são muito valorizadas atualmente.

Por fim, o bom posicionamento do produto no mercado, como vimos, é resultado do acompanhamento de uma série de variáveis.

Hoje, em razão da dinâmica do mercado e mudança frequente dos hábitos do consumidor, é preciso desenvolver uma gestão de produtos ativa, verificando o seu desempenho em vendas em diferentes circunstâncias e localidades, bem como a sua aderência com o público.

A partir do uso dos dados, ajustes podem ser feitos nas ofertas, na distribuição, na apresentação e até mesmo no próprio produto, com o objetivo de posicioná-lo mais adequadamente frente ao seu destinatário.

Melhore o posicionamento dos produtos da sua empresa no mercado a partir do uso estratégico dos dados. A Neogrid tem as soluções ideais para auxiliar você. Entre em contato conosco e saiba mais!

Autor
Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).
Comente este artigo