Lojista conferindo roupas no estoque

Quais são os desafios na distribuição de estoque no segmento fashion?

Vamos falar um pouco sobre distribuição de estoque no segmento fashion? Esse é um dos setores mais resistentes à crise e se renova anualmente para atender a um público cada vez mais exigente e atento às novidades.

Em 2018, estima-se que varejo de moda tenha um faturamento superior a R$200 bi. No entanto, para acompanhar esse crescimento, é necessário investir em gestão de estoque. Ou seja, além de se preocupar com a qualidade da mercadoria, é imprescindível garantir que o cliente encontre o que procura.

Neste post, falaremos um pouco mais sobre os desafios que podem prejudicar a distribuição de estoque nesse segmento. Continue a leitura e descubra como superar esses obstáculos e aproveitar as oportunidades!

A distribuição de estoque no segmento fashion e seus desafios

O comércio de produtos relacionados ao segmento fashion se expandiu bastante nos últimos anos. Só no universo virtual, houve um crescimento de 148% no começo de 2018.

Com uma demanda crescente, a indústria e o varejo têm à sua frente desafios importantes. Isso porque um bom volume de vendas depende de uma atuação focada no público-alvo — o que deve ser feito desde a produção dos itens até a disponibilização nas lojas.

Mas, afinal, quais são os grandes desafios dessas empresas? Confira!

Alto índice de ruptura

Imagine deixar que um determinado modelo de biquíni que teve uma ótima saída acabe no meio do verão. Esse é um problema a ser enfrentado pelo setor e que, com certeza, gera impactos negativos ao negócio.

A falta do produto na loja é uma das situações mais prejudiciais ao mercado fashion, pois reduz o índice de vendas, gera insatisfação no cliente e pode contribuir para a crescimento da concorrência.

Nesse sentido, garantir o reabastecimento durante a coleção é essencial, pois evita a ruptura. No entanto, isso só é possível por meio de uma comunicação efetiva entre o varejo e a indústria, soluções tecnológicas de reposição de estoque e de uma logística de alta performance.

Logística de baixa qualidade

Como alcançar o sucesso no segmento fashion sem uma logística de qualidade? De fato, essa é uma missão impossível! Com um consumidor exigente e sedento por novidades, a logística deve ser rápida e eficiente.

Apesar disso, esse é um dos maiores obstáculos a serem enfrentados. Encontrar bons fornecedores, contar com uma transportadora qualificada e gerenciar os estoques são apenas algumas situações que preocupam gestores da área.

Produção desordenada com a demanda

Produzir abaixo ou acima da demanda do consumidor final ou não entregar o produto no momento certo são mais alguns dos desafios do setor. A produção desordenada com as necessidades do mercado é extremamente prejudicial à empresa e também pode gerar uma insatisfação no shopper.

Muitas indústrias não sabem quando e quanto produzir. Essa situação reduz os seus níveis de competitividade e pode inviabilizar o crescimento, uma vez que elas não conseguem entregar ao mercado aquilo que ele pede.

Reaproveitamento de SKUs

O reaproveitamento de SKUs é um problema a ser enfrentado durante a gestão do estoque no setor fashion.

O ideal é que cada tipo de mercadoria receba um código SKU diferente, o que permite que o gestor tenha uma maior visibilidade sobre o nível do estoque, o histórico de vendas, a localização no armazém e a necessidade de reposição.

Apesar disso, não é raro encontrarmos negócios que sofrem com a desorganização e possuem diversos tipos de produtos sob o mesmo SKU. Esse problema, além de dificultar a gestão, pode gerar prejuízos financeiros à empresa.

Assertividade das coleções

Acertar nas coleções também é um desafio no segmento fashion. Isso porque é necessário levar em consideração no planejamento de produção e de distribuição questões como tendência e clima, por exemplo, que influenciam diretamente no interesse dos clientes.

Imagine apostar em muitas categorias de inverno em locais em que o clima é mais quente ou não considerar e que em determinada outras regiões há tendências específicas que podem influenciar negativamente nas vendas de um produto.

Para isso, é muito importante ter conhecimento da demanda real e conhecer o perfil  do consumidor de cada local. E, para isso, a tecnologia também pode ajudar.

Visibilidade do sell-out: a solução para o estoque no segmento de moda

Atuar em um mercado tão promissor não é garantia de sucesso. Afinal, é preciso estar preparado para aproveitar as oportunidades e entregar ao consumidor exatamente o que ele precisa e no momento certo.

Para isso, é necessário apostar em visibilidade da demanda do consumidor final. Somente com informações precisas sobre o consumo de cada produto, a indústria e o varejo conseguem planejar sua atuação ao longo do ano.

Por meio da análise de dados, essas empresas aumentam a sua visibilidade sobre as operações e conseguem planejar a produção e a distribuição de maneira mais acertada. Como consequência direta, inúmeros benefícios são experimentados:

  • menos retrabalho na gestão do estoque;
  • redução de custos operacionais;
  • redução de desperdícios de materiais;
  • aumento das vendas;
  • melhor desempenho das coleções.

É necessário destacar que esses resultados só são alcançados quando o negócio investe em automação. O abandono de processos manuais e o investimento em softwares e recursos tecnológicos que permitem a visibilidade e a análise desses dados são fundamentais.

Com o auxílio da tecnologia, todos os envolvidos com a cadeia de produção conseguem atuar de uma maneira mais focada nas necessidades do mercado. Dessa forma, é possível elevar a rentabilidade do negócio e conquistar a confiança e fidelidade do público.

Assim sendo, não há dúvidas de que a visibilidade da demanda real nas lojas, além de contar com o apoio de soluções especializadas na reposição de estoque, é o grande diferencial de quem conquista bons resultados no ramo da moda. O consumidor está disposto a comprar, mas a empresa deve saber com antecedência o que ele quer, quando e quanto.

Agora que você já conhece os principais desafios da distribuição do estoque no segmento fashion e entendeu a necessidade de ser estratégico a apostar no poder dos dados para planejar o reabastecimento de sua loja, é hora de começar a se destacar no mercado.

Lembre-se de que o consumidor é a razão de existir de uma empresa e que em setores dinâmicos como o seu é importante ser inovador e entregar ao público tudo o que ele busca, sempre com qualidade de forma acertada.

Estar atualizado sobre as novidades do mercado é, também, muito importante para sua empresa. Por isso, não deixe de curtir a nossa página no Facebook e acompanhar de perto as nossas postagens!

Autor
Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).
Compartilhar
Comente este artigo