SaaS: como funciona esse modelo de vendas?

Pensando em implementar um software de gestão em sua empresa? É provável que, durante suas pesquisas, você tenha ouvido falar no modelo SaaS. Mas, afinal, o que é e como ele funciona?

Com a forte tendência de digitalização da cadeia de suprimentos, as empresas têm à sua disposição uma série de ferramentas. Mas é preciso pesquisar e avaliar os modelos para aproveitar todo o potencial desses recursos e ser bem-sucedido.

Continue a leitura para conhecer melhor o SaaS: uma opção interessante e vantajosa para sua empresa!

O que é o modelo SaaS?

Com a consolidação do uso da computação em nuvem no cotidiano empresarial, a infraestrutura tradicional dos softwares de gestão vem sendo constantemente modificada.

Se antes havia uma tendência pela compra de softwares e licenças, atualmente, busca-se investir em modelos baseados em assinaturas para utilização do serviço.

O modelo SaaS (Software as a Service) parte da premissa de oferecer um software como serviço. Explicando melhor: a empresa que opta por essa solução não precisa instalar, manter e atualizar seus softwares e hardwares.

Isso ocorre porque o fornecedor disponibiliza o sistema e as soluções tecnológicas por meio da internet. A plataforma, portanto, é executada em um servidor da empresa provedora — que é a responsável por gerenciar o acesso e manter toda a estrutura em funcionamento.

Onde esse modelo é implementado?

Existem diversas áreas dos negócios que operam com essa metodologia, atendendo a demandas pessoais e profissionais.

Isso significa que a empresa pode escolher a ferramenta e fazer a assinatura do serviço com rapidez e segurança. Por meio da internet, ela terá acesso a tudo o que precisa e de qualquer lugar, podendo contar com um sistema de gestão atual e personalizado.

Portanto, existem soluções SaaS para atender às mais variadas demandas empresariais, dos quais vale a pena destacar:

  • ERP — proporciona uma gestão integrada do negócio;
  • CRM — facilita a gestão de clientes;
  • Gestão do Supply Chain
  • Gerenciador do funil de vendas;
  • Gerenciador de pedidos e propostas.

Quais os benefícios desse modelo?

A inovação, por si só, já é um benefício importante para as empresas de todos os portes e segmentos. Aliás, histórias de sucesso, como a do Netflix, demonstram que apostar em tecnologia é sempre uma boa ideia.

Por essa razão, se você achou interessante o modelo SaaS, mas ainda não se convenceu de que ele é a solução ideal para seu negócio, é interessante conhecer seus principais benefícios. Confira!

Agilidade nos processos

O modelo SaaS confere mais agilidade aos processos da empresa, visto que já está pronto para o uso. Essa característica reduz a necessidade de deslocar uma equipe para comandar o processo de implementação e manutenção, deixando-a livre para se dedicar a tarefas mais estratégicas.

Redução de custos

Comprar hardwares e licenças pode demandar um alto investimento. Nesse contexto, o uso do modelo SaaS contribui para uma redução de custos inteligente, já que elimina essas necessidades, sem afetar a qualidade do sistema contratado.

Flexibilidade

A flexibilidade é mais uma característica importante desse sistema. Na prática, a empresa pode contratar mais ou menos espaço em nuvem sempre que suas necessidades mudarem. Esse fator também contribui para a redução de custos, já que permite a contratação de um sistema adequado às demandas e possibilidades do negócio.

Atualizações constantes

Quem opta pelo modelo SaaS não precisa se preocupar com a aquisição e instalação de atualizações no sistema. Todos os novos recursos são incorporados de maneira automática e simultânea. Isto é, você terá à sua disposição sempre o melhor e mais atualizado sistema.

Gestão centralizada

A gestão centralizada é uma característica marcante desse modelo, pois favorece o controle, manutenção e atualização dos recursos. Toda a responsabilidade pela gestão fica com o provedor do serviço e a empresa não precisa se preocupar com questões burocráticas.

Conectividade e mobilidade

Conforme mencionado, o acesso a um sistema SaaS é feito por meio da internet. Isso confere mais conectividade e mobilidade à empresa. No entanto, é necessário destacar a importância de se contratar um serviço de internet estável e de alta velocidade — o que evita interrupções no serviço.

Como é o processo de implantação do SaaS?

A implantação de um software que utilize o modelo SaaS não é complexa e, por isso, não há motivos para preocupações.

As equipes de infraestrutura e tecnologia da informação, por exemplo, serão pouco demandadas, já que a responsabilidade pelo desenvolvimento e administração do sistema é do fornecedor contratado. Apesar disso, existem algumas etapas que devem ser seguidas, pois garantem um resultado mais satisfatório.

Conheça bem as necessidades de sua empresa

Antes de iniciar a implementação de um sistema em nuvem, é imprescindível conhecer bem a realidade e as necessidades de sua empresa. Além de um bom mapeamento dos processos, isso inclui uma atuação conjunta com o setor de RH, para que não haja resistência à essa mudança.

Pesquise e conheça os fornecedores

O próximo passo é pesquisar bem antes de escolher o melhor fornecedor . Nessa fase, é importante enfatizar que o parceiro escolhido deve ser responsável e ter uma boa experiência no mercado, pois a segurança dos dados de sua organização deve ser mantida.

Avalie as necessidades de personalização

Nenhuma organização é igual à outra e existem particularidades que devem ser atendidas pelo sistema contratado. Por isso, é necessário identificar os pontos de personalização e garantir que a solução adquirida seja realmente útil.

Comunique e oriente os colaboradores

Com a contratação do sistema ideal, a implementação em si é muito simples. Basta fornecer o login e as senhas para os funcionários. Entretanto, se julgar conveniente, é interessante realizar um breve treinamento, apresentando o sistema e as funcionalidades à sua equipe.

Conforme visto, o modelo SaaS permite que qualquer negócio desfrute de um bom sistema sem que isso exija um alto investimento. A assinatura do serviço elimina gastos importantes e proporciona benefícios expressivos. Aliás, é exatamente por simplificar processos e reduzir os custos de aquisição que esse modelo tem se tornado tão popular. Por isso, agora que você o conheceu melhor, estude a ideia e inove com estratégia.

Tem dúvidas sobre esse modelo? Quer compartilhar uma experiência conosco? Fique à vontade para deixar seu comentário! Estamos prontos para ajudá-lo!

Autor
Somos especialistas em sincronizar sua empresa à demanda. Em manter seu produto sempre disponível para o consumidor, na quantidade adequada e na hora certa. Nós somos a Neogrid. Uma empresa de soluções para a gestão automática da cadeia de suprimentos (Supply Chain Management).
Comente este artigo