Varejo high-tech: tecnologia melhora experiência de compra do consumidor

Imagine só você chegando a uma loja física e o seu celular recebendo uma mensagem de boas-vindas por bluetooth, indicando onde está a prateleira do produto que você foi procurar. Diante dele, seu dispositivo móvel receberá informações sobre formas de uso e preço, oferecendo a possibilidade de confirmar a compra e direcionar a entrega em casa. Tudo de um jeito prático, fácil e absolutamente customizado à sua necessidade. Parece cena de filme, mas essa experiência de compra pelo consumidor é uma realidade em redes de varejo do exterior, como vestuário e alimentação.

Essa sintonia com os recursos tecnológicos vem para atender o anseio de um consumidor mais exigente e crítico, que privilegia empresas que ofereçam uma jornada de compra dinâmica, de fácil acesso e contínua (no meio, esse ciclo está sendo chamado de non-stop). Até porque, atualmente, o consumidor não vai ao seu canal de venda somente para comprar: ele também deseja avaliar e interagir com produtos e serviços, efetivando o pedido no momento que melhor lhe convier e no canal que considerar mais adequado (e-commerce, redes sociais, loja física etc.). Em outras palavras, o bom desempenho em vendas não está definido por como você quer vender, e sim por como o consumidor deseja comprar.

Para saber como a tecnologia pode incrementar a experiência de compra no seu varejo, confira seis tendências que você não pode perder de vista:

  • E-commerce: o ano de 2015 deve registrar crescimento nas vendas on-line no Brasil na casa dos 17%, segundo a eMarketer. A competitividade no setor gera oportunidades para que o varejo trace estratégias agressivas visando a fidelização do cliente, agilidade na logística e inteligência na gestão de estoque.
  • M-commerce: até 2020, 70% da população mundial deverá ter um smartphone, segundo o Relatório de Mobilidade da Ericsson. Pesquisa, comparativos dos produtos e finalização de processo de compra serão etapas cada vez mais realizadas nessa plataforma. Não adianta somente você ter uma versão mobile, é necessário dispor de estratégias para que o cliente tenha uma primeira experiência positiva para voltar ao seu canal de vendas.
  • Omni-Channel: com a tendência de as jornadas de compra serem cada vez mais dinâmicas, é necessário que seu negócio facilite para que o consumidor possa pesquisar, interagir, avaliar e comprar produtos pelos mais diferentes canais, desde a loja física até a virtual e redes sociais. Traçar sua estratégia de vendas Omni-Channel dá essa possibilidade ao seu cliente, melhorando a experiência de compra.
  • Internet das Coisas: a comunicação máquina a máquina é outra tendência com boa aposta no mundo do varejo, até porque essa plataforma tem um potencial incrível para melhorar a conveniência do consumidor, encurtando processos de compra repetitivos (como abastecimento de despensa ou geladeira). Até 2020, o instituto de pesquisa Frost & Sullivan prevê que existam mais de 50 bilhões de dispositivos conectados.
  • Marketplace: este novo canal de vendas possibilita ao consumidor pesquisar produtos de diferentes marcas, inclusive sinalizando variedades de preços entre concorrências do mesmo segmento. Essa ação, que otimiza o tempo do seu cliente, exige um estoque sincronizado para operar sem dor de cabeça.
  • Big Data: mecanismos que podem gerenciar milhões de dados, consolidando-os em informações estratégicas, também merecem sua atenção. O rastro de navegação (que indica o histórico de pesquisa em sua loja virtual), por exemplo, é um dado precioso para você traçar estratégias específicas para reter a atenção do seu potencial consumidor.

Essas seis tendências contribuem para uma experiência de compra mais agradável, que resultará em mais vendas e em maior fidelização do consumidor no varejo. Para compreender melhor como fazer isso na prática, continue ligado aqui no blog.

Autor

A NeoGrid é uma empresa brasileira de soluções para a gestão de Supply Chain com clientes em mais de 30 países e escritórios na América Latina, América do Norte, Europa e Ásia. Em plataforma exclusiva e completa, as soluções NeoGrid sincronizam a cadeia de suprimentos, trazendo como resultado a redução de rupturas (faltas) e, ao mesmo tempo, a redução de estoques.

Compartilhar

Comente este artigo